31.out..2011

16 filmes para você assistir no Dia das Bruxas

Arquivado em: Filmes

Hoje se comemora o Halloween (ou Dia das Bruxas), que é muito comemorado nos Estados Unidos. É nessa época que muitas emissoras de televisão exibem filmes de terror ou que falem sobre bruxas.

Existem muitos filmes que retratam o Halloween e as bruxas: terror, infantis, comédias, dramas, animações, etc. Eu selecionei 15 títulos que remetem à data pra você assistir em casa hoje (estão em ordem aleatória):


Michael Myers (Tony Moran) é um psicopata que vive em uma instituição há 15 anos, desde quando matou sua própria irmã. Porém, ele consegue fugir de seu cativeiro e retorna à sua cidade natal para continuar seus crimes na localidade que, aterrorizada, ainda se lembra dele.

Com orçamento de US$ 325,000 e faturamento de US$ 47 milhões só nos Estados Unidos, Halloween deu origem a uma série e foi refilmado em 2007 com a direção de Rob Zombie, com o título de Halloween – O Início. Uma curiosidade sobre o filme, é que por causa do baixo orçamento, não foi possível contratar um figurinista, por isso os atores iam para as filmagens com as roupas de casa.


Jack Skellington (Chris Sarandon) é um ser fantástico que vive na Cidade do Halloween, um local cercado por criaturas fantásticas. Lá todos passam o ano organizando o Halloween do ano seguinte mas, após mais um Halloween, Jack se mostra cansado de fazer aquilo todos os anos. Assim ele deixa os limites da Cidade do Halloween e vagueia pela floresta. Por acaso acha alguns portais, sendo que cada um leva até um tipo festividade. Jack acaba atravessando o portal do Natal, onde vê demonstrações do espírito natalino. Ao retornar para a Cidade do Halloween, sem ter compreendido o que viu, ele começa a convencer os cidadãos a sequestrarem o Papai Noel (Edward Ivory) e fazerem seu próprio Natal. Apesar de argumentos fortes de sua leal namorada Sally (Catherine O’Hara) contra o projeto, o Papai Noel é capturado. Mas os fatos mostrarão que Sally estava totalmente certa.

A génese do filme começa com um poema de Tim Burton como um animador da Disney no início dos anos de 1980. Com o sucesso de Vicent em 1982, a Disney começou a considerar O Estranho Mundo de Jack como um tema em curto ou como um especial de televisão em 30 minutos. Ao longo dos anos, as ideias de Burton regressaram novamente ao projecto, e em 1990, Burton e a Disney fizeram um acordo de desenvolvimento. A produção começou em Julho de 1991 em São Francisco. A Walt Disney Pictures decidiu lançar o filme sob nome da Touchstone Pictures devido ao pensamento que o resultado final seria “muito obscuro e assustador para as crianças”.Ao longo dos anos, tem sido visto como um sucesso crítico e financeiro, resultando num investimento pela Disney Digital na publicação em formato 3-D desde 2006.


Um adolescente com obssessão por heavy metal e pelo seu ídolo, o falecido metaleiro Sammy Curr, envolve-se em situações sobrenaturais e estranhas ao tocar o último disco do músico ao contrário, trazendo-o de volta do inferno.

Destaque para a atuação do Ozzy Osbourne que nesse filme faz o papel de um reverendo e Gene Simmons como um DJ de uma rádio Rock. A Trilha Sonora é da Banda Fastway (que você pode ouvir ali no player do blog). No Brasil ele chegou a ser exibido no SBT como “O Rock do Dia das Bruxas”.

Susan (Harper) é uma jovem americana que viaja para a Europa para estudar numa prestigiada escola de Balé. Desde o primeiro dia, porém, ela começa a se assustar com estranhas situações que ocorrem no local que a fazem crer que há bruxas por todas a parte.

Uma dos musicais mais aclamados da história, Rocky Horror Picture Show se passa na época de Halloween e, como pede a tradição, traz monstros e vampiros. O tom sarcástico porém, começa quando parte desses seres da noite são travestis e drag-queens sanguinárias, o que assusta um inocente casal que busca ajuda após se perder na estrada.

Donnie Darko é um jovem que tem visões de um coelho gigante e assustador, que o encoraja a fazer brincadeiras estúpidas com os amigos. Um certo dia, na noite de Halloween, uma de suas visões o leva para as ruas e ele se vê diante de um suposto fim do mundo. O filme faz parte do cinema cult, “promovido” pelo diretor Richard Kelly. Em 2006, ele voltou a polemizar com o controverso Southland Tales.

Na noite do Halloween, uma pequena cidade descobrirá que algumas tradições nunca devem ser esquecidas. Um casal quebra uma lanterna de abóbora antes da meia-noite, quatro mulheres são perseguidas por um mascarado, alguns garotos travessos descobrem um terrível segredo enterrado e um eremita rabugento recebe uma soturna visita. As travessuras de Halloween podem ser mortais quando as mais variadas criaturas – humanas ou não – tentam sobreviver à mais assustadora noite do ano.

Elvira (Cassandra Peterson) é a anfitriã de um programa de baixo orçamento sobre filmes de terror, mas tudo pode mudar quando ela herda da tia Morgana (Cassandra Peterson) uma velha mansão em Fallwell, Massachusetts, uma pequena cidade com apenas 1313 habitantes.

Ela sonha em vender a casa e ir para Las Vegas, mas encontra dois sérios problemas: o primeiro são os adultos da cidade, que ficam espantados com o modo de como ela se veste e se comporta.

Liderados por Chastity Pariah (Edie McClurg), eles fazem forte oposição à presença de Elvira na localidade.

O segundo problema é Vincent Talbot (William Morgan Sheppard), um tio de Elvira que não herdou nada, mas deseja obter de qualquer maneira um “livro de receitas” que também foi herdado por Elvira, que dará a ele imensos poderes para fazer diversos tipos de bruxarias.

Desde Branca de Neve e os Sete Anões até O Mágico de Oz, muitos dos contos clássicos lembrados através dos séculos não teriam metade do efeito que têm no público sem a presença marcante de uma bruxa e suas maldades. Agora, inclua outro filme à venerável tradição dessas histórias que oferecem à família diversão em todos os sentidos, uma produção que combina os efeitos especiais quase mágicos do produtor executivo Jim Herson e a imaginação do criador de A Fantástica Fábrica de Chocolate, Roald Dahl. A ganhadora do Oscar, Anjelica Huston, conquistou os prêmios de Melhor Atriz da Los Angeles e National Society of Film Critics Best Actress por seu maravilhoso papel como a grande Bruxa nesta encantadora fábula dirigida por Nicolas Roeg. Jasen Fisher vive Luke, um garoto de nove anos que precisa frustar os planos de uma sociedade de bruxas que pretende transformar todas as crianças do mundo em ratos. E não será nada fácil: elas já conseguiram transformá-lo em rato! Porém, algumas bruxas más podem não ser páreo para um roedorzinho cheio de recursos.

Em uma pequena e conservadora cidade da Nova Inglaterra, Alexandra Medford (Cher), Jane Spofford (Susan Sarandon) e Sukie Ridgemont (Michelle Pfeiffer), entediadas com a vida que levam, se reúnem todas as quintas-feiras para tomarem drinques e conversarem sobre vários assuntos. O principal deles é um homem ideal e, sem querer, invocam Daryl Van Horne (Jack Nicholson), um ricaço misterioso e carismático que se muda para a localidade e se envolve com as três, satisfazendo os desejos delas mas criando uma guerra dos sexos com conseqüências inesperadas.

Quer ver o resto? Clica aí no mais… 😉

Em Salem, Massachusetts, 1692, algumas jovens fazem “feitiços”. Uma delas, Abigail Williams (Winona Ryder), tinha se envolvido com John Proctor (Para ele, mas após o fim do caso foi despedida. Assim, desejava a morte de Elizabeth Proctor (Joan Allen), a esposa deste. Elas são descobertas no seu “ritual” e, acusadas de bruxaria, provocam uma histeria coletiva que atinge várias pessoas, sendo que Abby, a jovem desprezada por John, faz várias acusações até ver Elizabeth ser atingida.


Winnie (Bette Midler), Sarah (Sarah Jessica Parker) e Mary (Kathy Najimy) são três bruxas do século XVII, que chegam ao século XX após seus espíritos serem evocados no Dia das Bruxas. Banidas há 300 anos devido à prática de feitiçaria, elas estão dispostas a tudo para garantir sua juventude e imortalidade. Porém precisarão enfrentar três crianças e um gato falante, que podem atrapalhar seus planos.

Uma jovem (Robin Tunney) se muda de São Francisco para Los Angeles para começar uma nova vida. Lá conhece três alunas do colégio onde estuda que se dedicam ao ocultismo e à magia (tanto que têm a fama de bruxas entre seus colegas). Quando as quatro fazem amizade e começam a praticar magia juntas, desencadeiam um poder que foge do controle, gerando trágicas conseqüências.

Três estudantes de cinema embrenham-se nas matas do estado de Maryland para fazer um documentário sobre a lenda da bruxa de Blair e desaparecem misteriosamente. Um ano depois, uma sacola cheia de rolos de filmes e fitas de vídeo é encontrada na mata. As imagens registradas pelo trio dão algumas pistas sobre seu macabro destino.

Em sua terceira semana de exibição, entre 14 e 16 de agosto do ano de estreia, o filme fez sucesso nas bilheterias e atingiu um faturamento de mais de US$ 107 milhões. Alcançou os US$ 140 milhões e já é um dos 100 filmes americanos de maior faturamento de todos os tempos.

O filme foi muito criticado, contudo, foi um grande sucesso. Inicialmente produzido ao custo de 35 mil dólares, o filme lucrou milhões logo no início. O site oficial, www.blairwitch.com foi visitado por mais de 20 milhões de pessoas apenas no primeiro final de semana da exibição do filme. The Blair Witch Project recebeu vários prêmios, positivos (como por exemplo de Melhor Produção Independente ao custo de menos de 100 mil dolares) e alguns negativos (como o Framboesa de Ouro por pior atriz Heather Donahue).

Uma sequencia do filme foi feita, intitulada Book of Shadows: Blair Witch 2 (em português: Bruxa de Blair 2: O Livro das Sombras) mas não teve o mesmo sucesso que o primeiro. Planos para um terceiro filme foram feitos, mas até agora nada mais foi confirmado sobre o projeto.

Uma vampira com 400 anos, a Condessa (Lauren Hutton), está tendo um problema: para ter uma aparência jovem e bela ela precisa se alimentar três vezes com o sangue de um virgem antes do Halloween. Está cada vez mais difícil achar rapazes virgens em Los Angeles, mesmo com a ajuda do vampiro Sebastian (Cleavon Little), seu mordomo e motorista, e outros vampiros menos importantes. Paralelamente Mark Kendall (Jim Carrey), que tem 21 anos mas ainda é virgem, anseia em transar com sua namorada, Robin Pierce (Karen Kopins). Será a primeira vez para ambos, mas ela não pretende fazer amor dentro de um carro e como o caminhão de sorvete de Mark não é o que ela deseja ela pede para o namorado esperar um pouco. Ele então vai para um casa noturna com dois amigos, onde conhece a Condessa e logo vai para a casa dela. Quase ao amanhecer ele vai embora e não se lembra de quase nada, mas começa a comer carne crua e dormir dentro de um baú. Para piorar Robin descobre que ele esteve com outra mulher e termina a relação, mas a Condessa ainda precisa dele.

Foi um dos primeiros filmes do ator Jim Carrey.

Angela (Amelia Kinkade) dá uma festa na noite de Halloween. Todos se dirigem a uma mansão abandonada, cheia de pompas fúnebres e com um segredo espantoso no seu passado e com algo maléfico que vive no sótão. Bem vindos à festa mais selvagem do Halloween.

 E qual é o seu filme para o Dia das Bruxas?

Clique aqui para acessar mais posts de Halloween

Comments Closed

Os comentários estão fechados.

Beauty And Brains - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2017