Comidas criativas e divertidas para o Halloween

Hoje é Dia das Bruxas e é claro que eu não podia deixar de postar algo relacionado com a data nesse ano, né? 🙂
Apesar de que aqui no Brasil a gente não comemora o Halloween, eu acho que é a data mais divertida que tem. Adoro ver fotos das fantasias, das decorações, das casas… E uma das coisas que mais me chamam atenção são as comidas. Lá fora o pessoal capricha demais e é super criativo! 🙂

Esses dedos de bruxa são feitos de… pretzels! Basta mergulhar os pretzels em chocolate verde (nunca vi pra vender aqui no Brasil), colocar uma amêndoa cortada para as unhas e um palito de dente para fazer os risquinhos nos dedos. Receita aqui.

Outra idéia divertida e super fácil de fazer! É só você usar umas fatias de pão em formato redondo (pode usar um copo como molde) e fazer as patinhas com cenoura! Para os olhos, você pode usar passas. O recheio pode ser o da sua preferência. Receita aqui.

Essa delicinha aí também foi feita com pretzel, e é super fácil de fazer. Você só vai precisar de marshmallows, palitinhos de pretzel (sabe aqueles salgadinhos salgados? São esses!) e doce de baunilha. Receita aqui.

Uma pizza que com certeza vai dar um toque a mais na sua festa. <3 As aranhas são feitas de azeitona e os fantasmas, de mussarela. Demais!

Pra quem prefere uma opção mais saudável, olha só essas maçãs dentuças. Você pode usar o recheio que você quiser (deve ficar ótimo com pasta de amendoim!) e os dentes são feitos de amêndoas. Receita aqui.

Pra fazer companhia pros dedos de bruxa, olha só que delicinha essas múmias feitas de pretzels com cobertura de chocolate branco! Receita aqui.

Continue Reading

BlumHouse of Horrors, a casa assombrada do produtor de “Atividade Paranormal”

Jason Blum, produtor de “Atividade Paranormal” (que estréia hoje nos cinemas), inaugurou no dia 4 desse mês a BlumHouse of Horrors, uma casa assombrada que fica em Los Angeles, para promover o seu mais novo filme.

A casa, construída sobre quatro andares do edifício Variety Arts Center, tem 88 anos de existência e oferece um percurso de 40 minutos cheio de sustos e efeitos especiais.

A casa dos horrores funciona três noites por semana (quinta, sexta e sábado) e vai durar até o dia 3 de novembro. Os preços variam de $29 a $55 e os passeios são em grupos de 15 pessoas.

A história da atração gira em torno do misterioso desaparecimento da jovem Sadie Butterfield durante um show de mágica do ilusionista “Magi, The Mysterious” no dia 23 de fevereiro de 1933. Sadie era esposa do dono do teatro onde acontecia o espetáculo.

Depois do ocorrido, o teatro foi fechado e só abriu agora para a BlumHouse of Horrors e também para servir de cenário para filmagens de filmes como “Pânico 2”, de Wes Craven. Durante esses anos que ficou fechado, aconteceram muitas coisas lá dentro e Jason Blum promete “mostrar isso a todos que queiram ver”.

Para a atração, foram contratados 50 atores e 25 pessoas da equipe de “Atividade Paranormal” para a produção.

Atividade Paranormal é uma das franquias mais rentáveis da história de Hollywood. O terceiro filme faturou cerca de $200 milhões com um orçamento de apenas $5 milhões (baixo para os parâmetros de Hollywood). Esse é o tipo de filme bom pra assistir no cinema com um amigo medroso (fui assistir o 3 com o Sr. Corpse e ele quase pulou no meu colo, sendo que ficou metade do filme com os olhos fechados).

Em Atividade Paranormal 4, a história gira em torno de Katie (Katie Featherston), que cinco anos após matar sua irmã Kristi (Sprague Grayden) e o cunhado Daniel (Brian Boland), se muda para um subúrbio junto com seu sobrinho. Na casa ao lado mora a adolescente Alice, que acompanha os passos do menino sem que ele perceba, até que estranhos eventos acontecem em sua casa.

Uma curiosidade é que o ator Stephen Dunham, de 48 anos, morreu alguns dias após o término das filmagens, de ataque cardíaco. “A gente dedicou o filme a ele. Foi muito inesperado. Terminamos as filmagens e, de repente, ele morreu. Foi a pior coisa que eu já vivenciei”, disse o diretor.

Antes do filme estrear, a Paramout fez algumas exibições-teste para ver a reação da platéia (selecionaram umas pessoas beeem exageradas, rs), e você pode ver esse vídeo aqui:

E o trailer:

 

Continue Reading

Barbie Haunted Beauty Ghost, a “Barbie Fantasma”

Essa Barbie chegou a tempo para o Halloween e é a primeira boneca da série Haunted Beauty Ghost, criada pelo designer Bill Greening.

Possivelmente essa boneca foi inspirada na lenda da Mulher de Branco (lembram do primeiro episódio da primeira temporada de Supernatural?). A história é bem conhecida lá fora (junto com a Bloody Mary), e surgiu lá pelos anos 50. A história tem várias versões, a mais famosa é que uma uma mulher loira vestida de branco aparece nas estradas pedindo carona, seduzindo os viajantes e depois matando. No méxico a lenda é conhecida como “A Mulher Chorona (lembram do episódio dos Espíritos Zombeteiros do Chaves?).

A boneca possui uma roupa inteira branca, correntes, rosto sério, cabelos platinados longuíssimos e uma maquiagem lindíssima (o batom parece o Chinchilla da Lime Crime! :P)

No vídeo abaixo você pode ver o criador da boneca comentando sobre a roupa, o cenário onde as fotos foram tiradas e outras curiosidades (em inglês):

A boneca custa $100 e já está sendo vendida no site Barbie Collector (não entregam pro Brasil) e foi classificada como Gold Label. Também tem algumas unidades no Ebay.

 

Continue Reading

Beauty and Brains na Folha de São Paulo

Bangers, olhem só onde o Beleza e Miolos foi parar: nas páginas da FolhaTeen, do jornal Folha de São Paulo de hoje (31/10).

A matéria é sobre as blogueiras do metal e teve participação minha, da Lilian (Makeup for girls of Rock n Roll), da Iza e da Karoline (Menina Headbanger).

Muito legal! Já coloquei a nota no clipping do blog. 🙂

Daniele

Continue Reading

16 filmes para você assistir no Dia das Bruxas

Hoje se comemora o Halloween (ou Dia das Bruxas), que é muito comemorado nos Estados Unidos. É nessa época que muitas emissoras de televisão exibem filmes de terror ou que falem sobre bruxas.

Existem muitos filmes que retratam o Halloween e as bruxas: terror, infantis, comédias, dramas, animações, etc. Eu selecionei 15 títulos que remetem à data pra você assistir em casa hoje (estão em ordem aleatória):


Michael Myers (Tony Moran) é um psicopata que vive em uma instituição há 15 anos, desde quando matou sua própria irmã. Porém, ele consegue fugir de seu cativeiro e retorna à sua cidade natal para continuar seus crimes na localidade que, aterrorizada, ainda se lembra dele.

Com orçamento de US$ 325,000 e faturamento de US$ 47 milhões só nos Estados Unidos, Halloween deu origem a uma série e foi refilmado em 2007 com a direção de Rob Zombie, com o título de Halloween – O Início. Uma curiosidade sobre o filme, é que por causa do baixo orçamento, não foi possível contratar um figurinista, por isso os atores iam para as filmagens com as roupas de casa.


Jack Skellington (Chris Sarandon) é um ser fantástico que vive na Cidade do Halloween, um local cercado por criaturas fantásticas. Lá todos passam o ano organizando o Halloween do ano seguinte mas, após mais um Halloween, Jack se mostra cansado de fazer aquilo todos os anos. Assim ele deixa os limites da Cidade do Halloween e vagueia pela floresta. Por acaso acha alguns portais, sendo que cada um leva até um tipo festividade. Jack acaba atravessando o portal do Natal, onde vê demonstrações do espírito natalino. Ao retornar para a Cidade do Halloween, sem ter compreendido o que viu, ele começa a convencer os cidadãos a sequestrarem o Papai Noel (Edward Ivory) e fazerem seu próprio Natal. Apesar de argumentos fortes de sua leal namorada Sally (Catherine O’Hara) contra o projeto, o Papai Noel é capturado. Mas os fatos mostrarão que Sally estava totalmente certa.

A génese do filme começa com um poema de Tim Burton como um animador da Disney no início dos anos de 1980. Com o sucesso de Vicent em 1982, a Disney começou a considerar O Estranho Mundo de Jack como um tema em curto ou como um especial de televisão em 30 minutos. Ao longo dos anos, as ideias de Burton regressaram novamente ao projecto, e em 1990, Burton e a Disney fizeram um acordo de desenvolvimento. A produção começou em Julho de 1991 em São Francisco. A Walt Disney Pictures decidiu lançar o filme sob nome da Touchstone Pictures devido ao pensamento que o resultado final seria “muito obscuro e assustador para as crianças”.Ao longo dos anos, tem sido visto como um sucesso crítico e financeiro, resultando num investimento pela Disney Digital na publicação em formato 3-D desde 2006.


Um adolescente com obssessão por heavy metal e pelo seu ídolo, o falecido metaleiro Sammy Curr, envolve-se em situações sobrenaturais e estranhas ao tocar o último disco do músico ao contrário, trazendo-o de volta do inferno.

Destaque para a atuação do Ozzy Osbourne que nesse filme faz o papel de um reverendo e Gene Simmons como um DJ de uma rádio Rock. A Trilha Sonora é da Banda Fastway (que você pode ouvir ali no player do blog). No Brasil ele chegou a ser exibido no SBT como “O Rock do Dia das Bruxas”.

Susan (Harper) é uma jovem americana que viaja para a Europa para estudar numa prestigiada escola de Balé. Desde o primeiro dia, porém, ela começa a se assustar com estranhas situações que ocorrem no local que a fazem crer que há bruxas por todas a parte.

Uma dos musicais mais aclamados da história, Rocky Horror Picture Show se passa na época de Halloween e, como pede a tradição, traz monstros e vampiros. O tom sarcástico porém, começa quando parte desses seres da noite são travestis e drag-queens sanguinárias, o que assusta um inocente casal que busca ajuda após se perder na estrada.

Donnie Darko é um jovem que tem visões de um coelho gigante e assustador, que o encoraja a fazer brincadeiras estúpidas com os amigos. Um certo dia, na noite de Halloween, uma de suas visões o leva para as ruas e ele se vê diante de um suposto fim do mundo. O filme faz parte do cinema cult, “promovido” pelo diretor Richard Kelly. Em 2006, ele voltou a polemizar com o controverso Southland Tales.

Na noite do Halloween, uma pequena cidade descobrirá que algumas tradições nunca devem ser esquecidas. Um casal quebra uma lanterna de abóbora antes da meia-noite, quatro mulheres são perseguidas por um mascarado, alguns garotos travessos descobrem um terrível segredo enterrado e um eremita rabugento recebe uma soturna visita. As travessuras de Halloween podem ser mortais quando as mais variadas criaturas – humanas ou não – tentam sobreviver à mais assustadora noite do ano.

Elvira (Cassandra Peterson) é a anfitriã de um programa de baixo orçamento sobre filmes de terror, mas tudo pode mudar quando ela herda da tia Morgana (Cassandra Peterson) uma velha mansão em Fallwell, Massachusetts, uma pequena cidade com apenas 1313 habitantes.

Ela sonha em vender a casa e ir para Las Vegas, mas encontra dois sérios problemas: o primeiro são os adultos da cidade, que ficam espantados com o modo de como ela se veste e se comporta.

Liderados por Chastity Pariah (Edie McClurg), eles fazem forte oposição à presença de Elvira na localidade.

O segundo problema é Vincent Talbot (William Morgan Sheppard), um tio de Elvira que não herdou nada, mas deseja obter de qualquer maneira um “livro de receitas” que também foi herdado por Elvira, que dará a ele imensos poderes para fazer diversos tipos de bruxarias.

Desde Branca de Neve e os Sete Anões até O Mágico de Oz, muitos dos contos clássicos lembrados através dos séculos não teriam metade do efeito que têm no público sem a presença marcante de uma bruxa e suas maldades. Agora, inclua outro filme à venerável tradição dessas histórias que oferecem à família diversão em todos os sentidos, uma produção que combina os efeitos especiais quase mágicos do produtor executivo Jim Herson e a imaginação do criador de A Fantástica Fábrica de Chocolate, Roald Dahl. A ganhadora do Oscar, Anjelica Huston, conquistou os prêmios de Melhor Atriz da Los Angeles e National Society of Film Critics Best Actress por seu maravilhoso papel como a grande Bruxa nesta encantadora fábula dirigida por Nicolas Roeg. Jasen Fisher vive Luke, um garoto de nove anos que precisa frustar os planos de uma sociedade de bruxas que pretende transformar todas as crianças do mundo em ratos. E não será nada fácil: elas já conseguiram transformá-lo em rato! Porém, algumas bruxas más podem não ser páreo para um roedorzinho cheio de recursos.

Em uma pequena e conservadora cidade da Nova Inglaterra, Alexandra Medford (Cher), Jane Spofford (Susan Sarandon) e Sukie Ridgemont (Michelle Pfeiffer), entediadas com a vida que levam, se reúnem todas as quintas-feiras para tomarem drinques e conversarem sobre vários assuntos. O principal deles é um homem ideal e, sem querer, invocam Daryl Van Horne (Jack Nicholson), um ricaço misterioso e carismático que se muda para a localidade e se envolve com as três, satisfazendo os desejos delas mas criando uma guerra dos sexos com conseqüências inesperadas.

Quer ver o resto? Clica aí no mais… 😉

Continue Reading